Seja bem vindo, amigo!

Seja bem-vindo, amigo! Seja você também mais um subversivo! Não se entregue e nem se integre às mentiras do governo e nem da mídia! Seja livre, siga o seu instinto de liberdade! Laissez faire! Amém!

Translate

sábado, 16 de junho de 2018

A Sociedade aberta e seus inimigos, e outros livros de Karl Popper em PDF

The Open Society and Its Enemies (V1) - Karl Popper - PDF

The Open Society and Its Enemies (V2) - Karl Popper - PDF

All Life is Problem Solving - Karl R. Popper - PDF

A lógica da pesquisa científica - Karl Popper - PDF

Conjecturas e refutações - Karl Popper - PDF

Objective Knowledge - An Evolutionary Approach - Karl R. Popper - PDF

Os paradoxos da soberania - Karl Popper - PDF

The Logic of Scientific Discovery– Karl Popper - PDF

Escravo da seita ideológica

O pior tipo de escravo é o escravo ideológico; pois, por não ter a mínima noção de sua lastimável posição dentro da seita, ele acaba por acatar todas as ordens da casta ideológica superior. E sem nem mesmo saber que está sendo ardilosamente manipulado, age e pensa como se estivesse no comando da revolução; entretanto, o sectário está apenas na frente da batalha desempenhando o seu papel de mísero peão. Orgulha-se por lutar por certos direitos, mas desconhece que esses direitos são, na verdade, futuros e eternos grilhões. Anon, SSXXI

Frases subversivas ou libertárias (141)

Anterior < Frase > Posterior

sexta-feira, 15 de junho de 2018

A história tem provas irrefutáveis que política, voto e eleição são mecanismos sociais de opressão.

"Se não votarmos, os maus irão vencer! E aí as coisas vão piorar ainda mais!"

Esse é o argumento que eu mais escuto.  E a ele sempre respondo: "As coisas já estão ruins, estão só piorando, e nenhuma das várias eleições anteriores trouxe mudanças para melhor."

Como réplica a isso, sempre escuto as tradicionais "sim, mas...".

A verdade factual é que regimes repressivos sempre se legitimam e esmagam o povo por meio da política.  Havia inúmeros políticos e infindáveis eleições nas repúblicas soviéticas.  Aliás, a Constituição da URSS tinha alguns itens bem atraentes.  Por exemplo:

Artigo 47: os direitos de autores, inventores e inovadores são protegidos pelo estado.

Artigo 55: os cidadãos da URSS têm garantida a inviolabilidade de suas casas.  Ninguém pode, sem bases legais, entrar em uma casa contra o consentimento daqueles que nela residem.

Artigo 56: a privacidade dos cidadãos, de suas correspondências, de suas conversas telefônicas e de suas comunicações telegráficas é protegida por lei.  (Só que não.)

Artigo 57: o respeito pelos direitos individuais e a proteção dos direitos e liberdades dos cidadãos são o dever de todos os órgãos do estado, de todas as organizações públicas e de todos os funcionários do estado.

Obviamente, políticos e documentos escritos por políticos não ajudaram muito o povo da URSS.

No entanto, a história também já mostrou que regimes repressivos não são capazes de esmagar todas as pessoas que se recusarem a cumprir suas ordens.  Se essas pessoas se recusarem a obedecer, o regime irá se esfacelar, e bem rapidamente.

Portanto, na vida real, um regime repressivo não é restringido pelos políticos que estão em seu comando (isso, aliás, seria paradoxal); ele é restringido pela desobediência civil.[(...)]

[(...)]    A política é pré-histórica

Dediquei boa parte da minha vida estudando nosso passado, e aprendi que o sistema de homens governando homens data do ano 6.400 a.C.  Já o tipo de governança que mais se assemelha à nossa começou por volta de 5.000 a.C.  Assembléias bicamerais (como Senado e Câmara dos Deputados) já existiam em 2.500 a.C.

Ou seja, são coisas que já existiam naquele período de tempo que convencionalmente rotulamos de "pré-história".

Logo, eis a minha pergunta: por acaso há algo mais que já existia antes das pirâmides do Egito e que ainda governa nossas vidas hoje?

O homem não mais tem de lavrar a terra manualmente.  Ele não mais tem de utilizar rochas para fazer fogo.  Ele não mais tem de andar de carroças.  Ele não mais depende da tração animal.  Já aprendemos a escrever, a inventar, a navegar, a percorrer em poucas horas enormes distâncias no globo, a dirigir, a voar, a chegar à lua etc.

E, ainda assim, essa relíquia do nosso passado mais primitivo ainda permanece.  Se há uma área da vida em que os humanos fracassaram e em nada evoluíram, essa área é a política.

Voto 000 e confirmo: Foi o voto do povo que colocou os comunistas no poder

Não adianta você escolher um candidato A ou B. O sistema está podre, o seu voto não vai fazer diferença. Vote 000 e confirme. Isso não vai anular a eleição, mas será uma prova irrefutável de que você não compactua com este estado de vilania. Numa democracia, os piores candidatos sempre vencem, e a prova disso está no crescimento do poder do estado em detrimento da liberdade do indivíduo. Votar em qualquer candidato nesse atual sistema socialista é o mesmo que dar permissão para um bando de assaltantes bater a sua carteira ou roubar a sua casa. E lembre-se: A democracia é um caminho maquiavelicamente arquitetado pelos pseudointelectuais, ou intelectuais de esquerda, para levar a humanidade à plena escravidão. Quanto menos as pessoas forem votar mais desmascarado será este sistema comunista fajuto. Anon, SSXXI



O seu voto é o consentimento para o roubo! Vai lá gado votante perpetuar os comunistas no poder!Fonte

quinta-feira, 14 de junho de 2018

A reciclagem está morta!

Por Anon,


Para explicar o que está acontecendo com o mundo é muito importante que você leia este pequeno trecho extraído do livro Maquiavel Pedagogo de Pascal Bernardin:

“Portanto, o princípio do pé-na-porta é o seguinte: começa-se por pedir ao sujeito que faça algo mínimo (ato aliciador), mas que esteja relacionado ao objetivo real da manipulação, que se trata de algo bem mais importante (ato custoso). Assim, o sujeito sente-se engajado, ou seja, psicologicamente preso por seu ato mínimo, anterior ao ato custoso.”

Nesta semana, em um artigo do New York Times, John Tierney abriu o bico e declarou que a reciclagem é inviável e que ela já está com seus dias contados. Até aí tudo bem! Qualquer economista do livre mercado já sabia, esclarecia e denunciava para todos os fanáticos membros da Religião Ambientalista, isso logo que começou a febre da reciclagem.

É lógico que o discurso de Tierney não abria mão da grande seita ambientalista que o New York Times sempre agarrou descaradamente com unhas e dentes; afinal, tem muita grana envolvida nisso! E se todos os plano derem certos, o lucro dessa farsa poderá render no mínimo mais de 7 bilhões de dólares por ano (um dólar por cabeça), que serão distribuídos entre os globalistas, cientistas coapitados e as grandes mídias. Será que vocês entenderão o que eu estou falando? Isso mesmo! A reciclagem que foi apenas o pé-na-porta, um ato aliciador que conseguiu engajar milhões de pessoas-lixeiras-grátis no mundo inteiro, foi apenas o primeiro ato da tramoia globalista.

Já o ato custoso é o ato que realmente interessa, e vocês que já caíram nessa ladainha de “salvar o planeta” terão que por as mãos nos seus bolsos para pagar para todo o sempre os incontroláveis impostos ambientais. Como a minha mãe já dizia: “Vai chegar um dia que eles irão cobrar ate mesmo o ar que a gente respira, como se o ar fosse deles!”. Anon, SSXXI

Post scriptum: A reciclagem não está morta e nunca irá morrer, pois quando lavamos as nossas louças ou as nossas roupas já estamos reciclando. Isso acontece porque lavar uma roupa ainda sai mais barato que o preço que pagamos pela roupa. Se for viável é reciclagem, mas se não for é desperdício. Anon, SSXXI