Seja bem vindo, amigo!

Seja bem-vindo, amigo! Seja você também mais um subversivo! Não se entregue e nem se integre às mentiras do governo e nem da mídia! Seja livre, siga o seu instinto de liberdade! Laissez faire! Amém!

Translate

domingo, 15 de julho de 2012

Como funcionam as previsões econômicas (Keynesianas)


Estava-se no Outono e os Índios de uma reserva americana perguntaram ao novo Chefe se o Inverno iria ser muito rigoroso ou se, pelo contrário, poderia ser mais suave.
Tratando-se de um Chefe Índio, mas da era moderna, ele não conseguia interpretar os sinais que lhe permitisse prever o tempo, no entanto, para não correr riscos, foi dizendo que sim senhor, deveriam estar preparados e cortar a lenha suficiente para agüentar um Inverno frio.
Mas, como também era um líder prático e preocupado, algum dia depois teve uma idéia. Dirigiu-se à cabine telefônica pública, ligou para o Serviço Meteorológico Nacional e perguntou: "O próximo Inverno vai ser frio?"
-"Parece que na realidade este Inverno vai ser mesmo frio!", respondeu o meteorologista de serviço.
O Chefe voltou para o seu povo e mandou que cortassem mais lenha. Uma semana mais tarde, voltou a falar para o Serviço Meteorológico:
"Vai ser um Inverno muito frio?"
"Sim", responderam novamente do outro lado, "O Inverno vai ser mesmo muito frio!".
Mais uma vez o Chefe voltou para o seu povo e mandou que apanhassem toda a lenha que pudessem sem desperdiçar sequer as pequenas cavacas. Duas semanas mais tarde voltou a falar para o Serviço Meteorológico Nacional:
"Vocês têm a certeza que este Inverno vai ser mesmo muito frio?"
"Absolutamente!", respondeu o homem. "Vai ser um dos Invernos mais frios de todos os tempos!".
"Como podem ter tanta certeza?", perguntou o grande Chefe.
O meteorologista respondeu: Ultimamente, nós estamos vendo muitos índios cortando muita lenha, eles estão a aprovisionar lenha que parecem uns doidos!"

É assim que as previsões econômicas (Keynesianas) funcionam.

Fonte: Recebi por email, por favor, se alguém souber quem é o autor me avise. Quero parabenizá-lo! Anon, SSXXI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

VISITE A BIBLIOTECA DO SUBVERSIVO DO SÉCULO XXI