Seja bem vindo, amigo!

Seja bem-vindo, amigo! Seja você também mais um subversivo! Não se entregue e nem se integre às mentiras do governo e nem da mídia! Seja livre, siga o seu instinto de liberdade! Laissez faire! Amém!

Translate

terça-feira, 16 de abril de 2013

Plunct, Plact, Zum! de Pierre-Joseph Proudhon

Aquilo que o anarquista Pierre-Joseph Proudhon (1809-1865) escreveu não lembra a música de Raul Seixas?

Por Pierre-Joseph Proudhon

"Ser governado é ser vigiado, inspecionado, espionado, dirigido, legislado menos, regulado, protocolizado, doutrinado, admoestado, controlado, avaliado, pesado, censurado, mandado, por homens que não têm nem o direito, nem a conhecimento, nem a virtude ... Ser governado é ser a cada operação, em cada transação, observado, registrado, matriculado, taxado, carimbado, medido, numerado, avaliado, licenciado, autorizado, admoestado, proibido, reformado, corrigido, É punido, sob o pretexto de utilidade pública, e em nome do interesse geral, a ser colocado sob contribuição, treinado, redimido, explorado, monopolizado, extorquido, espremido, mistificado, roubado;. então, à menor resistência, a primeira palavra de queixa, a ser reprimido, multado, desprezado, perseguidos, monitorados, abusado, espancado, desarmado, sufocado, preso, julgado, condenado, tiro, deportados, sacrificados, vendidos, traídos e, para coroar tudo, escarnecido, ridicularizado, ultrajado, desonrado É ent governm;. que é a sua justiça;. que é a sua moralidade " Pierre-Joseph Proudhon 

Compare este texto com a música de Raul Seixas
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

VISITE A BIBLIOTECA DO SUBVERSIVO DO SÉCULO XXI