Seja bem vindo, amigo!

Seja bem-vindo, amigo! Seja você também mais um subversivo! Não se entregue e nem se integre às mentiras do governo e nem da mídia! Seja livre, siga o seu instinto de liberdade! Laissez faire! Amém!

Translate

quinta-feira, 3 de julho de 2014

Quem é John Galt? – Who is john galt?

A Revolta de Atlas“, é o título de uma trilogia de filmes baseados no “best seller” de mesmo nome de Ayn Rand. Embora uma obra de ficção e filosófica escrita em 1957, narra uma história bastante atual, e mostra com uma clareza só comparável à de outro grande livro visionário, “1984“, de George Orwell, o que vemos acontecendo no Brasil e no mundo.

Não sou objetivista – o sistema filosófico desenvolvido pela autora – tendo tido uma formação cristã, mesmo sendo ateu, não posso concordar com o egocentrismo defendido por ela em sua filosofia. No entanto, o livro descreve com precisão, e aí está o que, em minha opinião, é um de seus pontos mais altos, as táticas de convencimento popular usadas pela classe dominante (políticos) que vemos ser usada hoje no Brasil e nas demais republiquetas socialistas latino-americanas.

Ela mostra aonde pode levar a coabitação adúltera de empresários, que subornam as autoridades e obtêm troca vantagens para si, bem como a destruição de seus concorrentes.

Ayan descreve no livro, também, como o povo é afetado pela doutrinação maciça no pensamento socialista, Como a imprensa, a academia e os próprios cientistas alinhados com o pensamento dominante, desempenham um papel fundamental na apatia da população e em sua aceitação preguiçosa, interesseira e conivente a tudo que seus governantes lhes dão, tanto pelas sufocantes leis de responsabilidade social que lhes impõem sacrifícios em nome de uma coletividade anônima e nem sempre muito bem definida, como pelo apoio recebido pela compra com esmolas que o governo central lhes distribui com uma das mãos, tirando com a outra, e que cada vez mais leva a nação ao abismo da barbárie, onde marginais e bandidos são convocados pelo governo para “convencer” através de levantes destrutivos os que se lhe opõem.

Enfim, o livro, que foi escrito em 1957, é um romance totalmente afinado com nossa realidade atual, nosso partidos e nosso políticos esquerdistas e, só por isso, já merecia ser lido, nem que fosse para comprovar como são retrógrados e conservadores os que gostam de se rotular como “progressistas”.

O mais interessante é que os comentaristas mostrados no vídeo (em inglês) que está no sítio indicado, dizem que a situação é a mesma nos EUA. Lamento por esta grande nação, embora, no momento, me preocupa mais a nossa combalida condição e sob a gangue comandada pelo Forum de São Paulo. A eles se ajusta como uma luva o apelido que Ayan Rand batizou os socialistas: Saqueadores!


A Revolta de Atlas - Ayn Rand - PDF
 
Fonte: Sobrevivendo

A Revolta de Atlas I (Filme Legendado)
A Revolta de Atlas II Legendado


Nenhum comentário:

Postar um comentário

VISITE A BIBLIOTECA DO SUBVERSIVO DO SÉCULO XXI