Seja bem vindo, amigo!

Seja bem-vindo, amigo! Seja você também mais um subversivo! Não se entregue e nem se integre às mentiras do governo e nem da mídia! Seja livre, siga o seu instinto de liberdade! Laissez faire! Amém!

Translate

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Cães Pretos Amarelos - Black Yellow Dogs de Ben Kinchlow

O cidadão mais perigoso não está armado, mas desinformado. Ben Kinchlow


Tem sido dito muitas vezes: "O que você não sabe não vai te machucar." Não é verdade. A ignorância é mortal.

A história americana que muitos historiadores não sabem.

Sobre a escravidão norte-americana: Você sabia que nem todos os negros eram escravos? Você sabia que entre os dez mil negros livres três mil deles possuíam 12 mil escravos negros?

Quem ler esse livro saberá o tanto que as ações afirmativas são falaciosas e ridículas. Saberá que a maioria dos negros não suporta nenhum tipo de ação afirmativa. Então, por que certos "líderes dos direitos civis", progressistas, tentam empurrar essa ideologia na garganta dos negros e brancos?

Quem costumeiramente associa a Ku Klux Klan somente às pessoas negras, deve aprender que está organização já linchou mais de 1000 pessoas brancas. E saberá que a KKK não é exclusivamente racista!

Yellow Dogs é uma gíria jornalística e política para determinar a chapa dos democratas.

Porque os alguns negros americanos votam nos democratas? Por desinformação, talvez? Não seriam os Black Yellow Dogs?

Leia o livro que desafiou o estato quo: Black Yellow Dogs de Ben Kinchlow e saberá como se iniciou a escravidão nos EUA.

Atenção editoras brasileiras! Esse é mais um excelente livro que deveria ser traduzido para o português. Anon, SSXXI


Ministro, radialista, escritor, empresário e WND colunista Ben Kinchlow é talvez mais conhecido no mundo inteiro como o co-anfitrião de longa data do CBN do "The 700 Club". Ele também produziu e apresentou várias especialidades CBN como "Straight Talk", um diário 30 minutos de programa de televisão de alta energia, e co-organizado "Levando-se nas ruas", um rádio talk show de uma hora diária ao vivo. A 13-year veterano da Força Aérea, Kinchlow recebeu o Prêmio American Legion of Merit e formou-se em administração de empresas pela Universidade de Virginia. Ele foi ordenado na Igreja Episcopal Africano Metodista em 1971. Deixando CBN após 20 anos, ele fundou seu próprio ministério, os americanos para Israel. Kinchlow é casada com o ex Vivian Carolyn Jordan. Eles têm três filhos e seis netos.

Biblioteca Subversiva: Dicas de livros

Nenhum comentário:

Postar um comentário

VISITE A BIBLIOTECA DO SUBVERSIVO DO SÉCULO XXI