Seja bem vindo, amigo!

Seja bem-vindo, amigo! Seja você também mais um subversivo! Não se entregue e nem se integre às mentiras do governo e nem da mídia! Seja livre, siga o seu instinto de liberdade! Laissez faire! Amém!

Translate

quinta-feira, 3 de maio de 2012

“No maravilhoso mundo socialista!”

Por Anon,

Seja bem-vindo! Você está preste a entrar no tridimensional e maravilhoso mundo socialista! Onde tudo é coletivo (de todos e para todos): a sua casa, os seus filhos, a sua patroa, o seu cachorro (ah, não! meu cachorro não!), o transporte (nossa! tô a pé!), a sua vontade, e até o etc!.

Tudo é da comunidade (comunidade é isso, comunidade é aquilo, comunidade para isso, comunidade para aquilo). Esqueça o passado e tudo que você aprendeu neste terrível imundo capitalista! Esqueça as lições de moral que os seus avós ensinaram para seus pais; e que posteriormente, seus pais ensinaram para você!

Tudo aquilo foi uma grande mentira, começando por Deus e pelas religiões! Pois, o Deus da hora, é de carne e osso (era de carne e osso!) e se chama Karl Marx, e o novo salvador, Antonio Gramsci! (A  Bíblia dos socialistas ou comunistas é composta por dois testamentos: O velho testamento de Karl Marx e Friedrich Engels; e o Novo Testamento de Gramsci).

Nesse novo mundo, não haverá fome, nem miséria e nem favelas capitalistas. Os alimentos capitalistas serão transformados em ração socialista, a miséria será revertida em fatura vermelha.


As favelas serão transformadas em comunidades multicoloridas. Sim! em ocasiões festivas, o estado providenciará galões de tintas e mutirões que irão caiar suas próprias propriedades estatizadas (deles) para inglês ver.

Nessa nova ordem, ninguém receberá mais aquele abominável salário de fome, pois tudo será socializado, até mesmo a sua fome incluindo aquele salário, é Lógico! Faça suas contas do soldo-comunitário-social (nome do novo salário virtual) que você nem mesmo vai receber, 50% será do governo (que faz quase tudo para você!), 30% será para o sindicato único dos trabalhadores (que faz quase tudo para você), e o restante irá para as ONGs (que fazem tudo para elas, quase tudo para os outros e nada para você).


E mais festas “glamorosas” populares e estatizantes, tipo: dia do trabalho! Bilhões de jovens sectários socialistas com seus quepes vermelhos e camisetas estampadas com o carão do Super-Che Guevara aguardarão na fila do algodão doce (adoçado com células de bebes abortados), na fila da pipoca Transgênica Roundapiana uma gentileza da Monsanto e também na fila da maconha patrocina pelas FARC. Depois que todos estiverem dopados, ouvirão emocionados o novo Hino Stalinista na voz de um travesti ecumênico; e no gran finale! não poderiam faltar os mesmos discursos do Único Partido Hegemônico Universal num apelo sentimental e carismático do Louvável Presidente Canastrão.


A festa continua! Logo após o memorável parlamento do incomensurável Premiê Chefe de estado Paizão Ameba (segundo Sir C. Darwin, até mesmo as Lulas evoluem para as Amebas depois de consumirem líquidos altamente etílicos), começa o tão esperado show de música clássica contemporânea!

O fank vem bem representado pelas fankeiras “Bundas sem Kalcinhas” cantado a música “Rala a Checa na Chechénia”. A banda de Pagodeiros “Os Chupas” e o cantor Bisnetinho (nepotismo até na música) não deixam a peteca cair e cantam a musica “Churrasquinho queimado na laje do meu macho (deles)” e, entre a apresentação de uma bunda e outra (digo! banda! Tá?), a platéia se delicia vendo os desfiles dos travecos e Cia. Do Nordeste, vieram as banda de Axé “Paga Abadá” e o grupo de Afroreggae “Oriundos Du Butão” (mas o Butão fica na Ásia, pô?!). E, para encerrar o “Mega Show Quanto Pió, Mió!” (e para o desgosto do Rock) não poderia faltar a apaixonante música sertaneja universitária PhD, em que a dupla “Liw e Lew” canta soberbamente a melodiosa canção “Chifre Ecologicamente Sustentável”... É! Arte e cultura não vão faltar no Mundo socialista!

O mundo será um só, até os três poderes serão um só. O poder Legislativo que fazia as leis, não poderá mais fazê-las, pois estará ocupado com novos escândalos e mensalôes. O poder Judiciário não poderá julgá-los, pois estará ocupado em fazer leis pró-abortivas e outras aberrações legislativas. O poder Executivo não poderá despachar (executar), pois estará ocupado em entregar o restinho da soberania nacional para os crápulas da ONU. Afinal, este sistema socialista precisa puxar saco dos banqueiros internacionais pseudo-capitalistas, para conseguir uma graninha extra, porque somente a imensurável grana da corrupção não está dando.


Neste novo mundinho (de forma carinhosa, não me entendam mal! está bem?), onde os homens hétero-eurodescendentes (os branquelos, capite?!) não vão ter vez e poderão até mesmo entrar em extinção! Uma vez que o aborto será permitido por lei e as mulheres poderão escolher quais serão as suas infanto-vítimas, deste que estejam dentro das leis homo, feminista e racial, ou seja:
Elas não poderão abortar as crianças do sexo feminino, por causa da lei Maria da Penha. Elas não poderão abortar as crianças homossexuais (até lá, a ciência saberá se o rebento é ou não é, mesmo antes de nascer) ou incorrerão às leis homofóbicas.
Elas não poderão abortar as crianças Afrodescendentes (pardas ou negras), para não se sujeitarem às leis anti-racistas. Então, restarão apenas duas classes abortáveis: as crianças anencéfalas, e as crianças eurodescendente (os branquelos). É isso que dá fazer muitas leis, agente acaba não sabendo quem pode comer quem!


No maravilhoso mundo socialista, a maconha será amplamente divulgada e permitida desde que, "o maconheiro", desculpa! digo, o usuário consuma o seu produto em lugares especificados por lei e de acordo com alguns artigos:


a) O usuário não poderá fumar a maconha em lugares públicos. Ex: praças e parques públicos, cemitérios, delegacias, rodoviárias e rodovias, estações de trem e de metro, incluindo as estradas de ferro, foros, palácios governamentais etc.

b) O usuário não poderá fumar maconha nas lojas socialistas, e especialmente, nem nos bares sindicalistas, e nem nos restaurantes populares.


c) O usuário não poderá fumar maconha nas florestas, rios e cachoeiras e nem na praia, por serem áreas de proteção ambiental.


d) O usuário não poderá fumar maconha em sua casa e nem na sua fazenda. Partindo da premissa que no mundo socialista não há propriedade privada, tudo pertence ao estado, portanto, todo lugar é público.


é?) O uso permitido da Maconha só será permitido no dia do trabalho (em frente aos palanques dos comícios) e na copa do mundo juntamente, com a cachaça. Mas se beber, não dirija! tá? – deixa o seu amigo politicamente correto e maconhado dirigir para  você!


Em suma, no mundo rublo-socialista você poderá fazer tudo que se pode fazer.  Desde que esteja de acordo com as leis socializantes. (Com exceções para os gringos)

Bem, vou parar por aqui! Apesar que nesse wonderful world socialista, a loucura irá cansar de fazer elogios! Mas, infelizmente, que pena! sem a presença de Erasmo!  Anon SSXXI




Dr. Quevara é um médico frustrado que nunca pegou num bisturi. Mas por trás dessa identidade secreta se esconde o mortífero Super-Che, o super- herói que mata só para ver o tombo!


Do cômico para a tragédia, há uma tênue linha quase invisível para os ignaros, e até mesmo pouco perceptível para os envolvidos. Mas quando acontece, não há mais como lutar, não há mais tempo para se erguer as espadas, e tudo fluirá para o caos. Anon, SSXXI 


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

VISITE A BIBLIOTECA DO SUBVERSIVO DO SÉCULO XXI