Seja bem vindo, amigo!

Seja bem-vindo, amigo! Seja você também mais um subversivo! Não se entregue e nem se integre às mentiras do governo e nem da mídia! Seja livre, siga o seu instinto de liberdade! Laissez faire! Amém!

Translate

segunda-feira, 30 de julho de 2018

Why Liberty (PDF)

Prefácio

A política é certamente uma parte importante da vida humana. E certamente, um dos tópicos mais debatidos entre todas as coisas sobre as quais as pessoas discutem. Mais pessoas argumentam mais entusiasmadas sobre política do que sobre qualquer outra coisa, não por que é inerentemente de maior interesse que arte ou esportes ou química ou filmes, arquitetura ou medicina, mas porque se trata de exercitar o poder sobre outras pessoas. Quando uma solução é imposta a todos, muitas pessoas tendem a ter um forte interesse em saber qual é a solução. Se você não quer ser forçado a fazer algo pelos outros, seja um partido, um político ou um governo, é provável que você lute contra isso, e se quiser forçar os outros a fazerem o que você quer, o mesmo se aplica.

Comida seria tão debatida como política se todas as escolhas fossem feitas coletivamente, e se fôssemos condenados sempre a comer o mesmo que todo mundo. Imagine os debates furiosos, coalizões, manobras e conspirações entre os gourmets e os viciados em fast food, vegetarianos e carnívoros, observadores de peso e medidas, se todos estivessem limitados à mesma comida, nas mesmas porções. O mesmo vale para outras coisas que as pessoas se importam.

As ideias apresentadas neste livro tratam de uma visão alternativa da política: uma política não de força, mas de persuasão, de viver e deixar viver, de rejeitar tanto a subjugação quanto a dominação. Os ensaios são escritos principalmente por pessoas mais jovens que são ativas nos estudos para a liberdade ( Students For Liberty), um movimento internacional muito dinâmico e emocionante. Eles não refletem nenhuma perspectiva nacional estreita, mas falam com a ampla gama de experiências humanas. Eles fornecem uma introdução à filosofia pela qual a maioria dos seres humanos vive suas vidas no dia a dia. Essa filosofia passa por vários nomes ao redor do mundo, incluindo o liberalismo, o liberalismo clássico (para distingui-lo do que é chamado de "liberalismo" nos Estados Unidos ou socialismo) e o libertarianismo que é pró capitalismo. É uma abordagem que é ao mesmo tempo simples e complicada, porque incorpora a percepção de que regras simples podem gerar pedidos complexos. Essa é uma das lições mais importantes da moderna Ciências Sociais. A ordem pode surgir espontaneamente, um tópico que é explorado com mais detalhes nos ensaios deste livro.

Este pequeno livro é um convite para pensar em importantes problemas de novas maneiras. É para aqueles que se deparam para com esses problemas pela primeira vez e, também,  para estudiosos avançados. Espero que ambos os grupos e todos os estudantes entre eles se beneficiem com esses ensaios. Eles podem ser lidos em qualquer ordem, e nenhum capítulo requer que se leia outro. Um leitor pode “mergulhar” no livro sem que seja preciso ler a coisa toda. Pense nisso como um saudável e saboroso alimento para mente. E aproveite.

Prefácio Escrito por Tom G. Palmer, Vilnius, Lituânia, 3 de junho de 2013

Why Liberty - Livro em PDF. Aqui

Biblioteca Subversiva: Dicas de livros

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente! Boa parte dos conhecimentos surgiu dos questionamentos.