Seja bem vindo, amigo!

Seja bem-vindo, amigo! Seja você também mais um subversivo! Não se entregue e nem se integre às mentiras do governo e nem da mídia! Seja livre, siga o seu instinto de liberdade! Laissez faire! Amém!

Translate

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

A economia keynesiana está destruindo o crescimento dos EUA

Por Jeffrey E. Ludwig

Em Vermelho: O keynesianismo
Em azul: O capitalismo de livre mercado

O modelo keynesiano é profundamente falho. A definição de taxa (regulamentar os preços) arruinou as ferrovias como uma indústria lucrativa. A economia keynesiana não impediu a Grande Depressão, nem tirou os EUA dela além de prolongá-la por muitos anos. Os Preços de combustível mais baixos são uma bênção para o consumidor, mas nunca podem ser considerados como o principal estímulo que os keynesianos esperam que eles sejam; pois este consumo não impulsionou a economia.

O Individualismo e as oportunidade do capitalismo podem conduzir uma economia ao crescimento. A desregulamentação impulsiona uma economia em crescimento. Baixos impostos conduzem uma economia ao crescimento. O trabalho barato impulsiona uma economia ao crescimento. Essas são as condições que ajudaram a América a tornar-se uma superpotência econômica no final do século IX, e elas ainda são e sempre serão a base para o crescimento econômico.

ESUA (SUSA) - Estados Soviéticos Unidos da América

P.S. E o modelo econômico utilizado pelos governos brasileiros consegue ser pior que o modelo keynesiano, pois é uma mistura do que tem de pior do keynesianismo mais o pior do socialismo vigarista latino-americano . E a coisa vai ficar cada vez mais preta.Se continuar assim, a miséia será o nome do fim da nossa história. Pois os vigaristas populistas que estão no poder sabem muito bem disso, mas é o povo que deveria saber e extirpar toda essa laia política do poder. É a nossa única chance! Anon, SSXXI

Leia este artigo completo aqui

Nenhum comentário:

Postar um comentário

VISITE A BIBLIOTECA DO SUBVERSIVO DO SÉCULO XXI