Seja bem vindo, amigo!

Seja bem-vindo, amigo! Seja você também mais um subversivo! Não se entregue e nem se integre às mentiras do governo e nem da mídia! Seja livre, siga o seu instinto de liberdade! Laissez faire! Amém!

Translate

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Imigração: Frases do brasileiro e monarquista Eduardo Prado (1860 – 1901)

O proletário americano tem uma organização de ataque e de defesa contra a sociedade que na Europa ainda não foi igualada. Parece que, na Europa, a chamada paz armada, com a consciência do perigo que corre a própria existência nacional em vista da hostilidade de vizinhos poderosos, dá ainda a consciência de que é necessária a união para garantir a existência da própria pátria. Nos Estados Unidos, a questão social tem uma gravidade única. Grande parte da massa operária é estrangeira, estando ainda na primeira fase da existência do imigrante, fase intermédia, na qual tendo-se desprendido da pátria antiga ainda não adotou a pátria nova. A massa dos imigrantes é constituída por uma verdadeira seleção de entre os operários dos respectivos países de origem. Seleção de fortes, de enérgicos, de resolutos, pois, o simples ato de emigrar é uma prova de espírito audacioso. Quem não duvidou abandonar a pátria do seu nascimento não tem escrúpulos em perturbar a pátria adotiva. Por isso, nas dificuldades da luta social, o exército operário, nos Estados Unidos, é mais de temer do que na Europa. Eduardo Prado ((Eduardo Paulo da Silva Prado - Monarquista)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

VISITE A BIBLIOTECA DO SUBVERSIVO DO SÉCULO XXI