Seja bem vindo, amigo!

Seja bem-vindo, amigo! Seja você também mais um subversivo! Não se entregue e nem se integre às mentiras do governo e nem da mídia! Seja livre, siga o seu instinto de liberdade! Laissez faire! Amém!

Translate

quarta-feira, 6 de maio de 2015

CNBB E A NOVA ORDEM MUNDIAL - BOLETIM RÁDIOVOX

Um comentário:

  1. ESPARGINDO A LUZ DO SABER:
    (EZ.) – EZEQUIEL: A VISÃO DOS QUATRO QUERUBINS: (ES.5.2) – É AZUL: (AR.37.5)
    (JB.8.12) – Eu sou a luz do mundo: Quem me segue não andará nas trevas; pelo contrário, terá a luz da vida: (1CO.9.3) – A minha defesa perante os que me interpelam é esta:
    São 37 letras e 5 sinais que, recompostos, geram a luz deste saber, com o testemunho do Verbo Divino, que diz:
    O QUE NÃO QUIS TER BOA VIDA QUIS SER LUZ: E É A LUZ: (IL.37.5)
    (LC.20.9) – A seguir passou Jesus a proferir ao povo esta parábola:
    (GN.1.5) – CHAMOU DEUS A LUZ DIA, E AS TREVAS NOITE: HOUVE TARDE E MANHÃ, O PRIMEIRO DIA: (AR.59.5)
    Isto é o que diz o Verbo Divino, ao recompormos as 59 letras e 5 sinais acima, a saber:
    DEUS ESPIRITUALIZOU O HOMEM: ENTÃO, HA UM CRISTO NA ERA, HA A VERDADE E VIDA: (IL.59.5)
    Porventura Cristo é o Guia dos Guias que vive em mim?
    V e j a m o s :
    (JB.6.45) – ESTÁ ESCRITO NOS PROFETAS: (LE.7.12) - A SABEDORIA PROTEGE COMO PROTEGE O DINHEIRO; MAS O PROVEITO DA SABEDORIA É QUE ELA DÁ VIDA AO SEU POSSUIDOR: (AR.109.6)
    (Recomposição das 109 letras e 6 sinais que compõem a parábola acima):
    O ESPÍRITO SANTO SABE QUE O PAI DO GUIA DOS GUIAS SE CHAMA ARNALDO RIBEIRO: E É VERDADE; E CRISTO PODE MOSTRAR ESSE PROFETA À TODO O POVO: (IL.109.6)
    (JB.6.14) – Este é, verdadeiramente, o Profeta que devia vir ao mundo? (GL.2.20) – Ora, acerca do que vos escrevo, eis que diante de Deus testifico que não minto. (GL.2.20) – Logo, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim; e esse viver que, agora, tenho na carne, vivo pela fé no Filho de Deus, que me amou e a si mesmo se entregou por mim.


    ResponderExcluir

VISITE A BIBLIOTECA DO SUBVERSIVO DO SÉCULO XXI